Perceba sua natureza transitória...

Desperte teu Sol Interno...

...e Siga a natureza silenciosa de teu coração.


MMSorge

Tradutor Universal

domingo, 10 de dezembro de 2017

CRISTUS-LÚCIFER - O Grande Drama Cósmico!

CRISTUS-LÚCIFER 
O Grande Drama Cósmico!

LÚCIFER
LUX - CIFER


Com a queda do Lúcifer Cósmico criou-se a Terra da terceira dimensão e todo este cosmos e universo exterior que conhecemos hoje e no qual hoje habitamos, este é o exterior dos exteriores, inclui-se também nos domínios e criações de Lúcifer as dimensões e infradimensões do inferno.

A rebeldia de Lúcifer construiu toda a materialidade de hoje. Sendo ele o primeiro a cair e se rebelar, também será o ultimo a retornar ao seio do Pai, ao 1º Principio, assim os últimos que caíram e se desdobraram para os exteriores até chegarem à materialidade física de hoje saindo da brandura e do amor de Deus serão os primeiros a retornarem e os primeiros que caíram ou saíram e se desdobraram até as profundezas dos infernos e abismos serão os últimos a retornarem ao seio do Pai.

Como Lúcifer foi o primeiro a cair e a construir toda essa realidade que nos cerca hoje será o ultimo a retornar ao seio do Pai e quando isso ocorrer, quando Lúcifer retornar ao Pai selará a criação deste grande dia cósmico.

Muitos poucos conhecem a verdadeira natureza de Lúcifer e pela ignorância e o desconhecimento de sua missão (de ser nosso treinador interno e intimo e ao mesmo tempo externo e manifestado) o julgam sem nenhuma base intuitiva nem compreensão sobre a verdade deste Ser, da mesma forma que julgaram a Judas sem o profundo conhecimento da causa interna que o levou a cumprir sua missão de entregar o filho de Deus, o Cristo, para o sacrifício e redenção do mundo no exterior dos exteriores.

Assim como todos os outros Anjos que um dia caíram depois de Lúcifer e regressaram ao seio do pai (sendo todos eles treinados por lúcifer ao caírem e adentrarem em seus domínios), certamente a grande Luz deste dia cósmico, Lúcifer, também terá que regressar pelo mesmo caminho que todos os outros regressaram, o do arrependimento.

Queridos irmãos, enquanto não compreendermos, Lúcifer nos provará, pois este é o seu papel, se falharmos ele nos aprisionará em nossa própria ignorância, porém quando fizermos compreensão, o arrependimento nos arrebatará para estágios de consciência mais elevados por onde seremos resgatados pela Luz do Cristo negando a nós mesmos, renunciando aos nossos desejos pessoais e nos sacrificando de forma totalmente consciente pelos nossos irmãos e por toda a humanidade doente, assim Lúcifer finalmente nos liberará.

Da mesma forma que o Lúcifer externo existe assim também o lúcifer interno se faz presente na arquitetura divina do homem microcósmico, assim como é em cima é em baixo, já dizia o três vezes nascido Hermes Trismegistro, enquanto não houver compreensão e arrependimento no coração do homem, o senhor da escuridão continuará existindo no interior e no exterior dos mundos.

O Pai altíssimo, senhor de todos os Universos que ainda se manifestam, Com a forma de Deus manifestado, ainda entoa seu eterno OM cósmico, dando forma a sua criação divina, e conforme as consciências, as essências divinas forem sendo recolhidas novamente (com ou sem percepção de seu retorno) para seio do Pai, inevitavelmente Lúcifer se fundirá ao Pai das luzes.

Enquanto nós não despirmos nosso Lúcifer interno e externo ao mesmo tempo de todo o egoísmo, de toda roupagem egóica e subjetiva que nós mesmos criamos através de nossos desejos e nossa própria ignorância, a criação e a manifestação de Deus nos planos mais densos continuarão existindo como a cólera de Deus, queimando, ardendo, construindo e movimentando o Universo através da força rebelada de Lúcifer, mas quando Lúcifer, resgatado for pela luz do arrependimento então este será um prenuncio para todos os céus acima de Lúcifer que o Senhor de toda a criação iniciou seu retorno para dentro de si mesmo, pois Lúcifer finalizou e queimou o que havia para queimar, movimentar e construir, então todos os céus se recolherão, um dentro do outro e todos caminharão em uma marcha solene e sincronizada para o seio do grande absoluto.

Os anjos em um só coro retornarão ao seio do Pai Universal, completando assim a vontade de Deus em criar neste dia cósmico e repousarão novamente em um profundo descanso da grande noite cósmica, do grande Pralaya, aguardando apenas o novo despertar e vontade de Deus em criar novamente em uma nova aurora mahamavantica e cósmica.

Era necessário um ser do porte e envergadura de Lúcifer para manifestar / revelar / expressar todo o poder da cólera de Deus, se não fosse por Seu fogo / cólera rebelado, o universo não conheceria a forma manifestada e revelada em que hoje vivemos, não conheceria também a Luz / Amor redentora de Deus através de seu filho o Cristo Cósmico.

Na maioria das vezes a ignorância do homem e seus pré-conceitos estabelecidos por condicionamento e tradição herdada de pai para filho de geração para geração, nos faz cegos, então não conseguimos simplesmente observar sem julgar Homens, Anjos e Deuses se expressarem na grande manifestação cósmica.


Ahhh!!! Filho da Luz contemple a força que se manifesta e observe como cada ser criado a usa para modelar seu próprio Universo.


Um homem é falível de erros, assim igualmente um grande Anjo ou um pequeno Deus iniciante também o é. A diferença é que quando um homem comete um erro como Hitler, este devasta toda uma nação, a traumatiza, e assim a ignorância se estabelece duplamente, uma pela ação deste homem de "Poder" que cego agiu por seus instintos, manipulados por seus egos e outra pela resposta traumática de uma humanidade que sofre pela ilusão e a ignorância do seu estado de ser.

Quando um grande Anjo ou Mesmo um grande Deus de muita consciência força e luz comete o mesmo erro as conseqüências deste erro se amplificada em escala cósmica e universal, e suas seqüelas inevitavelmente se expandem por todos os reinos de sua criação, nada e ninguém esta imune a este "dispositivo" de proteção do universo que ainda esta em movimento, expansão e construção, sejam nos céus mais sublimes ou nos Planetas mais densos.

Todos nós devemos aprender a administrar nosso próprio fluxo de força, vitalidade e energia, e aprender que todo o universo em manifestação é parte integrante de nosso próprio universo intimo profundo e particular.

Quando despertamos para esse nível de consciência ultrapassamos sem intenções os limites criados pelos Homens, Anjos, Deuses ou Demônios e nos reconectamos na lei Universal, a lei que organiza e reorganiza o UNO no VERSO, a versificação e pluralidade de existência na UNIDADE.

Assim nos dissolvemos no TUDO QUE NADA É e nos estabelecemos muito alem do Bem e do Mal.

O amor é a lei e somente o amor é capaz de superar sua própria lei.

O GRANDE DRAMA CÓSMICO


Que caiam os véus de nossos olhos! Enxerguemos amados irmãos, o grande Drama Cósmico de nosso Universo interno e externo em curso, revelando sua estrutura de expansão/expiração construtiva através de Lúcifer e de retração/inspiração redentora através do Cristo Cósmico.

O mestre de todos os mestres, aquele que encarnou o Cristo cósmico, diz: “Eu Sou o caminho, a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai senão por mim”. (Jô 14:1), pois ele é o enviado e o primogênito, o encarregado em resgatar Sophia, nossa consciência, do abismo ao qual caiu seduzida pela luz de Lúcifer.

Lúcifer é o portador da Luz e nosso treinador íntimo e profundo. O Cristo é o nosso redentor, o reconciliador que nos leva e eleva de volta ao ventre do Pai celestial, por isso o Mestre dos Mestres Jesus dizia “ninguém vem ao Pai, retorna para o Pai, senão por mim ou através de mim”, porque essa é a missão do Cristo Cósmico resgatar e reconciliar a alma e a essência de cada ser, caída e projetada para o abismo no exterior dos exteriores e leva-la de volta para o seio e ventre do Pai, o Primeiro Principio no interior dos interiores.

Nosso Lúcifer interno Pode nos elevar e nos levar de volta para o seio do Pai imaculado e sagrado como Cristuslúcifer ou pode também nos escravizar nas profundidades de nossos egos, defeitos e paixões animalizadas e deformadas no exterior dos exteriores.

Devemos aprender a domar essa força explosiva e rebelde que cada um carrega dentro de si e projeta-la para dentro e para cima em sintonia e comunhão com o que temos de mais sagrado e divino dentro de nós.

Lúcifer é escada para subir como também escada para descer, dizia o Mestre.

CristusLucifer é a força ao mesmo tempo rebelde e redentora que nos transporta e nos eleva novamente ao seio sagrado do Pai, aquele que é, que era e que há de vir, o Alfa e o Omega, o Principio e o Fim de toda a criação e revelação divina.

O grande Pai Cósmico Comum, Deus, O Primeiro Principio, construtor gerador e revelador de toda a manifestação que imanifestada era no principio, após expressar-se e revelar-se, no exterior dos exteriores, através de seu filho, o Cristo Cósmico, da inicio ao seu processo de recolhimento para a grande noite cósmica, para mais um descanso e pausa de sua expansão e construção criativa, recolhendo-se na presença intocável, invisível, ilimitada e imanifestada do NÃO SER, assim é finalizado todo um dia cósmico de trabalho, o nascimento, crescimento, desenvolvimento, envelhecimento e morte de todo um universo, com toda sua multiplicidade de dimensões, formas, seres, planetas, constelações e galáxias em suas rondas curtas ou longas colhendo-se ao final de toda semeadura seus frutos em uma escala cósmica.

Forjados somos desde o principio para algo muito além da própria manifestação e existência neste universo. Nascemos então novamente para a imanifestação de um universo que não mais existe nem toca este universo já extinto, nenhuma mente humana ou mesmo cósmica sem a unção e penetração do cristo cósmico em seu profundo ventre é capaz de compreender a profundidade desta imanifestação, pois não existem parâmetros, seres pensantes não o alcançam, ali não existe mais mente, transcende todo sentimento, supera toda forma e mesmo a geometria sagrada e divina não o toca, contudo esta força imanifestada é a inspiração para que os Deuses manifestados geometrizem e construam através de seus fractais toda a manifestação de um novo universo revelado.

Universos paralelos se desenvolvem com os mesmos objetivos de se extinguirem para que novos universos surjam, um é semente do outro e muitos existem ao mesmo tempo interagindo entre si.

Quando a energia Cristica se expressar através de todo este nosso Universo revelado em seus diferentes raios da criação ou suas SETE ESCOLAS CRISTICAS de fundamento (os sete raios fundamentais da criação), quando os SETE CRISTOS CÓSMICOS que formam e são UM só corpo no Pai Eterno se manifestarem por todo este universo expressando suas máximas e quando se completar o numero daqueles que o Cristo por missão e por mandamento do Pai alcançar / resgatar, sendo Lúcifer o ultimo a ser resgatado, Deus então, se recolherá novamente para o grande Pralaya, terminando assim mais um dia cósmico de manifestação e revelação deste universo.

Amados irmãos, o Cristo Cósmico revelado no exterior dos exteriores prepara sua comitiva de retorno ao seio do imanifesto, que nossa visão seja uma única visão com FOCO E ATENÇÃO! Que nossos pensamentos sejam um único pensamento com FOCO E ATENÇÃO! Que nossos sentimentos sejam um único sentimento de amor incondicional e que nossos corpos sejam um único corpo em Cristo o redentor e assim em unicidade marchemos solenemente para dentro de nós mesmos e ali ancoremo-nos na luz do Cristo Intimo preparando nossas almas e corações para seu retorno interno.

O próprio Cristo revelado em Jeshua Ben Pandirá (Jesus) nos disse: “Se ouvirdes alguém dizendo em praça publica que é o Cristo, não creiais; e se disserem: Ele esta ali no Templo predicando, não creiais”. Estejamos atentos amados irmãos, pois o retorno do cristo salvador virá internamente para o resgate de Sophia, nossa consciência caída no exterior dos exteriores e não externamente no mundo ilusório e passageiro de Maya para assim reconcilia-la, leva-la ao seio de nosso sagrado Pai Celestial, aquele que era, que é e o que há de vir, em um religare entre céu e terra, marcado pelo duplo Arco Íris interno, o símbolo da nova aliança, porém tudo isso só será possível se nos prepararmos para o reconciliar através da mudança interna, sincera e profunda, levada pela luz do arrependimento e da compreensão daquilo que somos e daquilo que devemos ser...Um único corpo em Cristo.

***

Leia na Integra em:


FIAT LUX
PAX
MMSorge

***

ACHO QUE ISSO VAI INTERESSAR VOCÊ!

BAIXE AGORA O LIVRO!!!
(JÁ SÃO MAIS DE 10.000 DOWNLOADS FEITOS!!!)

É GRATUITO!!!

________________________________________________________________________________

Baixe gratuitamente o único livro completo da internet, que reúne todas as informações sobre: A Sequência de Fibonacci, Frequências Sonoras, Cimática, Epigenética, Batimentos Binaurais, Ativação da Glândula Pineal, Recodificação do DNA, Reprogramação Celular - Este livro chegou finalmente para esclarecer a importância de elevarmos nossa frequência e os benefícios de cura para nosso corpo físico, emocional e mental! 



POR TEMPO LIMITADO!
Download 100% Seguro


________________________________________________________________________________

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

O DESPERTAR COMEÇOU

O DESPERTAR COMEÇOU


***

ACHO QUE ISSO VAI INTERESSAR VOCÊ!

BAIXE AGORA O LIVRO!!!
(JÁ SÃO MAIS DE 10.000 DOWNLOADS FEITOS!!!)

É GRATUITO!!!

________________________________________________________________________________

Baixe gratuitamente o único livro completo da internet, que reúne todas as informações sobre: A Sequência de Fibonacci, Frequências Sonoras, Cimática, Epigenética, Batimentos Binaurais, Ativação da Glândula Pineal, Recodificação do DNA, Reprogramação Celular - Este livro chegou finalmente para esclarecer a importância de elevarmos nossa frequência e os benefícios de cura para nosso corpo físico, emocional e mental! 



POR TEMPO LIMITADO!
Download 100% Seguro


________________________________________________________________________________

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Quem é SOPHIA? O que é SATAN ou SATANÁS?

SOPHIA - SATHAN


Essa é uma das imagens que representa as visões de Jacob Boheme um filósofo inspirado por Deus como o chamam!

Observe com profundidade cada detalhe dela, ela é a expressão da manifestação do interior dos interiores ao o exterior dos exteriores.

Um reflexo de toda a criação e manifestação que surge!

Quanto mais estivermos identificados com o exterior mais próximo estamos dos mundos que se manifestam no exterior compreende?

Sat-An na figura é representando como o ultimo e mais denso dos círculos ele é o opositor a - Sat - que significa a pura essência, a realidade, o real, o imutável, o sempre presente e aquilo que nunca muda!

Quando nossa essência inicia sua jornada dentro dos mundos das dualidades como apenas uma fagulha desprendida da grande unidade eterna no seu principio não dual o movimento da existência ou do querer existir "perturba" o mistério do insondável, do não existir e desse movimento nasce Sophia a sabedoria, a pura sabedoria refletida do primeiro principio, Deus, que se manifesta em seu duplo aspecto de fogo que consome e queima (ira/cólera) e de luz que ilumina e aquece (brandura/amor).

Sophia coloca em movimento e torque todos os planos da manifestação e através dela o primeiro princípio, Deus, faz consciência do existir. É através dela que ele percebe sua movimentação e como um reflexo entre espelhos a existência vai se condensando, os mundos e universos vão se refletindo e se densificando cada vez mais até se tornarem atômicos.

No movimentar da manifestação e na construção da densidade atômica nasce Sat-An, o “opositor”, o que acusa densifica e separa a pura consciência ou a pura presença da sua real natureza não dual! Porém mesmo separado e sem ter a consciência de sua verdadeira natureza Sat-An movimenta e constrói no exterior dos exteriores sua morada ilusória.

Os círculos intermediários são os estágios dessa densificação de cima para baixo e sutilização de baixo para cima.

Logo após o reino de Sat-An observe que surge o universo das estrelas fixas e dos quatro elementos: Terra, Água, Ar e Fogo juntamente com a quinta essência, o Éter de onde surge os quatro elementos. Estes elementos constroem todo o universo onde estamos manifestados neste exato momento com uma percepção falsa e dual dessa existência que é temporária na grande ilusão!

Acreditamos na dualidade mesmo sendo ela ilusória, dela é que nasce toda a separação da unidade eterna que somos e que nunca estivemos apartados ou separados, em essência somos a mesma criação e manifestação, o principio e o fim, o Alfa e o Omega a unidade eterna projetada na dualidade exterior e nos esquecemos disso, nos esquecemos de como percorrer o caminho de volta, conhecemos o caminho de onde surgimos, porém nos esquecemos deste caminho de retorno e Cristo ou Chrestos é aquele que conhece e percorre o caminho resgatando Sophia, a pura consciência, do abismo ao qual se lançou pela vontade do primeiro principio, que é Deus, em existir no exterior dos exteriores.

Criamos e projetamos a realidade que vivemos, somos o que vibramos, a frequência que emanamos através de nossas crenças e valores torna essa existência real e verdadeira mesmo sendo falsa e ilusória. Isso cria a separação, a ignorância e o sofrimento.

Conforme Sophia vai aprendendo dentro dos mundos das manifestações ilusórias e passageiras Cristo eleva e resgata sua consciência para planos mais sutis, então Sophia se eleva da esfera mais densa representada na figura pelas estrelas e a espiral e penetra com sua sabedoria esferas intermediarias onde o coração começa a se abrir para o retorno da percepção não dual, porém ainda a dualidade se manifesta, mas agora de forma mais branda, luminosa e amorosa.

A consciência de Sophia integrada e conectada com sua contraparte, o Cristo, se abre para novas dimensões e frequências tornando-a muito mais elevada, liberando a densidade atômica e material que a aprisiona em um mundo dual. Com essa liberação de densidade atômica toda a matéria densa volta a se transformar em pura luz da consciência.

Neste movimentar e transição fica bem claro e evidente na figura a mudança dos universos manifestados que vão se tornando cada vez mais elevados e mais sutis com suas estrelas, galáxias e sóis penetrando no interior dos interiores uma nova oitava com planos ainda mais sutis onde estes universos deixam de se manifestar surgindo uma nova substancialidade habitada por seres de pura luz e consciência, seres estes de natureza angélica e celestial.

Finalizando seu retorno dos mundos da manifestação finalmente Sophia compreende o mistério de toda a existência retornando para a pura fonte não dual integrada com a sabedoria de Cristo trazendo consigo toda a informação e percepção para que Deus, o primeiro princípio, possa vir a conhecer a si mesmo com seu movimentar de expressão e expansão de sua própria criação.

Observando mais uma vez a figura notamos que um pé de milho com suas raízes firmadas no plano das estrelas fixas e da espiral sobe para a eternidade e universo de Sophia onde uma espiga de milho floresce representando as sementes da existência e de toda a manifestação dentro dos aspectos e planos da dualidade.

Todos nós somos Sophia a pura essência e consciência que se projetou para o exterior dos exteriores a partir do interior dos interiores fazendo com que Deus, o Primeiro Principio pudesse vir a se conhecer através de nós.

Eu e tu Somos Deus em movimento e manifestação!

O Eu Sou o Eu Sou!!!

FIAT LUX
PAX
MMSorge

***

ACHO QUE ISSO VAI INTERESSAR VOCÊ!
(JÁ SÃO MAIS DE 10.000 DOWNLOADS FEITOS!!!)


É GRATUITO!!!


___________________________________________________________________________________





Baixe gratuitamente o livro completoque reúne todas as informações sobre nossos 7 Chakras principais e saiba quais são as frequências sonoras que harmoniza e equilibra cada um deles, trazendo equilíbrio, saúde e reconexão espiritual!

POR TEMPO LIMITADO! - Download 100% Seguro



___________________________________________________________________________________

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Meditações guiadas e ensinamentos para realizar o Samadhi - MUITO BOM!!!

Filme Samadhi
"Maya, a Ilusão do Eu"



Criamos uma série de meditações guiadas e ensinamentos
se você estiver interessado em realizar o Samadhi.


AS MEDITAÇÕES COM ESTAS FREQUÊNCIAS PARA CADA UM DE TEUS CHAKRAS IRÃO AJUDAR NO SEU APROFUNDAMENTO INTERIOR!!!

BAIXE AGORA O LIVRO!!!
(JÁ SÃO MAIS DE 10.000 DOWNLOADS FEITOS!!!)

É GRATUITO!!!

___________________________________________________________________________________





Baixe gratuitamente o livro completoque reúne todas as informações sobre nossos 7 Chakras principais e saiba quais são as frequências sonoras que harmoniza e equilibra cada um deles, trazendo equilíbrio, saúde e reconexão espiritual!

POR TEMPO LIMITADO! - Download 100% Seguro



___________________________________________________________________________________

sábado, 11 de novembro de 2017

A enorme Anomalia Eletromagnética sobre o Brasil!!!

Anomalia Eletromagnética sobre o Brasil !!!


AMAS sobre o Brasil, em AZUL escuro
AMAS – A enorme Anomalia Eletromagnética sobre o Brasil
Agora está claro que a região onde o campo eletromagnético é mais fraco em toda a superfície terrestre, a Anomalia Magnética do Atlântico Sul-AMAS ou SAA do inglês, South Atlantic Anomaly, está se deslocando e se expandindo. Antes restrita ao sul da África, essa área atualmente cobre parte do sul da América do Sul e quase todo o Atlântico Sul e o BRASIL …
Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch
A análise de fragmentos de tijolos de construções antigas registra enfraquecimento do campo eletromagnético sobre a América do Sul e do Brasil
 Carlos Fioravanti – Edição Impressa 185   – Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br
Durante quatro anos, o físico Gelvam Hartmann coletou e examinou quase 600 fragmentos de tijolos de igrejas e casas antigas da Bahia, de São Paulo, do Rio de Janeiro e do Espírito Santo para conhecer a variação do campo magnético terrestre sobre o Brasil nos últimos 500 anos, um período sobre o qual praticamente não havia informação do ponto de vista geofísico.
Seu trabalho registrou uma inesperada queda na intensidade do campo magnético nas regiões Nordeste e Sudeste e, a partir daí, estabeleceu um método de análise de materiais arqueológicos brasileiros que confirmou ou definiu as prováveis datas de construções antigas, algumas delas sem nenhuma documentação histórica. 
As amostras preparadas vão para o forno
As amostras preparadas vão para o forno: resgate magnético
Ao lado de arqueólogos, arquitetos e geólogos, Hartmann tirou pequenas lascas de tijolos de igrejas e casas coloniais do Pelourinho, no centro histórico de Salvador, com martelo e talhadeira quando era possível ou, quando não, com uma furadeira resfriada a água. Aos poucos, enquanto examinava esse material no Instituto de Física do Globo de Paris (IPGP) e no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), ele construiu a história magnética do Brasil, ao confirmar as datas das construções e associá-las com as respectivas intensidades magnéticas.
Assim é que emergiu uma informação nova – a intensidade do campo magnético, de 36,2 microteslas  – de uma das mais antigas construções do Brasil, (tesla é a unidade de medida da densidade de fluxo magnético) a Catedral de São Salvador, erguida pelos jesuítas entre 1561 e 1591 com dinheiro do terceiro governador-geral do Brasil, Mem de Sá, e um sino trazido de Portugal.
Quase não houve problemas com a maioria das amostras das fundações e das paredes das igrejas de Salvador, mas, estranhamente, a análise de uma amostra da casa do poeta Gregório de Matos, conhecido como Boca do Inferno por causa do sarcasmo com que tratava as autoridades de Salvador, indicou que a construção teria sido erguida em 1830, não entre 1695 e 1700, como os documentos indicavam. Hartmann verificou depois que essa era a data apenas do terceiro piso – construído mais tarde –, de onde ele havia coletado amostras de tijolos quando aquela parte da casa passava por uma restauração. 
“Os geofísicos estão nos ajudando a contar a história da ocupação do Brasil”, reconhece Marisa Afonso, professora de arqueologia e vice-diretora do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP. Em abril de 2004, ela atravessava um longo dia chuvoso no centro regional do MAE em Piraju, interior paulista, quando recebeu um e-mail de Ricardo Trindade, professor do IAG e orientador de Hartmann no doutorado.
De Paris, Trindade a convidava para ajudar a construir a curva de datação de materiais arqueológicos, como ainda não havia sido feita no Brasil, usando registros do campo magnético, nos moldes do que ele já tinha visto por lá. “Quanto mais métodos de datação, melhor, porque as técnicas mais usadas, como carbono 14 e termoluminescência, nem sempre funcionam em todos os casos”, diz ela. “Por sorte tanto Gelvam quanto Ricardo gostam de arqueologia e sabem falar do que fazem de maneira simples.”
Ao mesmo tempo, Hartmann e outros pesquisadores do IAG estão detalhando as variações do campo magnético terrestre, principalmente nas regiões onde é menos intenso.  O campo é gerado pelo movimento do ferro líquido no núcleo da Terra, expressa-se na superfície do planeta, orientando as bússolas, e forma uma barreira invisível a 30 mil quilômetros acima da superfície do planeta que dificulta a entrada de partículas vindas do Sol.
Agora está claro que a região onde o campo é mais fraco em toda a superfície terrestre, a Anomalia Magnética do Atlântico Sul, está se deslocando e se expandindo. Antes restrita ao sul da África, essa área atualmente cobre parte do sul da América do Sul e quase todo o Atlântico Sul.  
Campo magnético total da Terra, sobre o Brasil na área azul mais escura (acima) existe a AMAS, a Anomalia Magnética do Atlântico Sul (Anomalia Magnética do Atlântico Sul, AMAS ou SAA do inglês, South Atlantic Anomaly; ), observar que as linhas de campo na região formam uma figura que se assemelha a um bico de um pato, por isso é chamada “El Pato”.
O ponto de menor intensidade dessa mancha está se deslocando para oeste: já esteve no sul da África, e depois no meio do Atlântico Sul, a meio caminho entre o Brasil e a África do Sul. Por volta de 1930 estava perto da cidade do Rio de Janeiro, migrou para o sul e estacionou sobre o estado de Santa Catarina e atualmente se encontra no Paraguai, com uma intensidade de cerca de 22 microteslas (ver mapa).
Algumas consequências são conhecidas: justamente nas áreas onde o campo é mais fraco os satélites de telecomunicações e os ônibus espaciais podem sofrer mais interferências magnéticas, que podem danificar seus equipamentos, tanto quanto, em uma escala menor, um ímã pode desmagnetizar um computador e o fazer perder as informações.

 Os resultados surgiram após uma série de surpresas, nem todas agradáveis. Hartmann conta que se sentiu desarvorado em maio de 2008, logo no início de um estágio de seis meses no laboratório de paleomagnetismo do Instituto de Física do Globo de Paris. Seu propósito era caracterizar o campo magnético do material que tinha levado – fragmentos cerâmicos brasileiros dos últimos 2 mil anos –, mas as coisas começaram a dar errado.

“Yves Gallet, o chefe do laboratório, disse que eu não conseguiria analisar aquelas peças, por não estarem bem cozidas por dentro. Cerâmicas, tijolos, telhas ou qualquer outro material que passou por um aquecimento intenso podem guardar o registro do campo magnético da Terra no momento do cozimento, mas, para isso,  têm de ter sido assados de modo uniforme. Yves me fez uma proposta: ‘Vá para o Brasil, fique lá 20 dias, colete material histórico, de no máximo 500 anos, e volte; te pago a passagem’”, conta Hartmann. 
Ele desembarcou em Salvador, a primeira capital do Brasil. De imediato procurou Carlos Etchevarne, professor de arqueologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) que conhecera em um congresso três anos antes, e Rosana Najjar, arqueóloga do Instituto do PatrimônioHistórico e Artístico Nacional (Iphan) e coordenadora do Projeto Pelourinho de Arqueologia (Monumenta/Iphan). Etchevarne e Rosana o apresentaram a outros arqueólogos, que o ajudaram a coletar fragmentos de tijolos de fundações, paredes ou tetos de 20 construções antigas do Pelourinho. “Nunca tínhamos trabalhado antes com físicos”, conta Etchevarne, “mas conseguimos um diálogo muito bom, rapidamente, com objetivos comuns”.
Outra visão da AMAS, a Anomalia Magnética do Atlântico Sul que está sobre a maior parte do BRASIL. (Satélite ROSAT) – Sobre mudanças do Campo Eletromagnético do Planeta ver mais em:  
http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
Eles selecionaram prédios cuja data de construção já era conhecida por meio de registros históricos ou de pesquisas arqueológicas. A razão é simples: Hartmann precisava de uma referência inicial para estabelecer a data de construção por seus próprios métodos, medindo a intensidade dos resquícios do campo magnético registrado em minerais ferrosos como a magnetita e a hematita, que compõem a argila usada para fazer os tijolos dessas construções.
Tanto quanto a data, lhe interessava a intensidade do campo magnético no momento do cozimento. “O campo magnético da Terra oscila incessantemente, em diferentes escalas de tempo, de milissegundos a bilhões de anos, de modo que fragmentos de construções com idades distintas registram valores do campo também distintos”, diz ele. Clique aqui para ver infográfico
De volta a Paris, Hartmann conta que trabalhou “16 horas por dia, incluindo sábados e domingos”, durante dois meses para determinar a idade e a intensidade do campo magnético do material que havia levado. Com essas e outras amostras colhidas em outra viagem a Salvador, ele confirmou por seus próprios métodos as datas de construções históricas, afinando as técnicas de trabalho. “Esses dados servem de ferramenta de datação de construções históricas”, atesta Trindade, que acompanhou a segunda expedição a Salvador, em dezembro de 2008. Servem mesmo.
À medida que dominava a técnica e criava uma associação entre as datas e as intensidades do campo magnético, Hartmann pôde definir a data de construção – entre 1675 e 1725 – de uma casa do Pelourinho, a de número 27, da qual os arqueólogos não tinham nenhuma documentação. 
entopan-fimdeciclo-serpentedefogo
SAIBA MAIS NO
LINK
No instituto em Paris e no IAG, Hartmann preparou 295 amostras de 14 igrejas e casas de Salvador. Depois, na Região Sudeste, percorreu casas de fazenda, igrejas e outras construções de São Paulo, ao lado do arqueólogo Paulo Zanettini, e do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, com a arqueóloga Rosana Najjar, e obteve mais 289 amostras de 11 lugares. Hartmann deixou as amostras no formato de cubos com um centímetro de lado.
Depois submeteu as amostras ao forno paleomagnético, que, após sucessivos aquecimentos e resfriamentos, resgata a intensidade e a orientação do campo magnético no momento em que a argila foi queimada pela primeira vez. É um método demorado e, por enquanto, de baixa eficiência: Hartmann obteve boas informações de apenas 56% das amostras do Nordeste e de 38% das do Sudeste.
Depois de assar, resfriar e medir no magnetômetro as amostras de cada lugar que visitou, Hartmann construiu as curvas de variação da intensidade do campo magnético para cada região. A do Nordeste exibiu valores decrescentes – em torno de 40 microteslas em 1560 para 25 em 1920 – com uma queda de aproximadamente cinco microteslas a cada século. “É bastante”, diz ele. Os valores das amostras da Região Sudeste apresentaram uma queda mais acentuada, como detalhado em um artigo publicado este ano na revista Earth and Planetary Science Letters, onde em 2010 saíram os dados sobre o Nordeste.
 “Os dois artigos representam uma contribuição fundamental para a compreensão da evolução do campo magnético terrestre nos últimos 500 anos”, assegura Trindade. O geofísico Igor Pacca, professor do IAG e um dos pioneiros no Brasil no estudo do campo magnético terrestre, levantou as informações de milhões de anos atrás, registradas em rochas. As mais recentes, do início do século passado para cá, estão sendo coletadas por observatórios terrestres e satélites.
Um campo eletromagnético fluindo sobre os dois polos de seu eixo central Norte e Sul, resultando em um Tórus.
Ao menos nas primeiras tentativas, essa técnica não serviu para datar pinturas rupestres, nem panelas de barro, que perderam o campo magnético original por terem ido muitas vezes ao fogo, nem as casas dos bandeirantes paulistas, feitas de barro amassado e prensado. Etchevarne acredita que talvez sirva para esclarecer as origens de potes de água, que só passam uma vez por temperaturas altas.
“Um dos próximos desafios é encontrar como datar materiais com mais de 500 anos que não foram tão bem queimados”, diz Marisa. “Já pedi a Gelvam para não desistir. Temos peças de cerâmica de até 7 mil anos para datar.” Hartmann já começou a trabalhar com amostras colhidas em Missões e pretende examinar as igrejas de Minas Gerais o mais breve possível para ampliar as análises da variação do campo magnético entre as regiões do Brasil.
Segundo Trindade, essas análises regionais mostraram que o campo magnético no Brasil está longe de apresentar um comportamento ideal, que pode ser comparado ao campo magnético de um ímã de barra. Nas duas regiões, o campo magnético é complexo e apresenta fortes influências de componentes multipolares – ou não dipolares, como os geofísicos dizem. “Nesses casos”, diz Hartmann, “a agulha da bússola apresenta uma forte deflexão com relação ao norte, que pode chegar a mais de 20°”. Já na França, segundo ele, predomina o campo dipolar, como se a Terra fosse um ímã quase perfeito, e as deflexões com relação ao norte não excedem os 5°.
Campo menos intenso – Para os geofísicos, a queda contínua nos valores do campo magnéticoe o fato de as amostras das regiões Nordeste e Sudeste apresentarem grandes diferenças em intensidade devem estar ligados à Anomalia Magnética do Atlântico Sul (S.A.A. – South Atlantic Anomaly, na sigla em inglês). Regida por campos não dipolares, a SAA é uma ampla região com as intensidades mais baixas do campo magnético – em torno de 28 microteslas (o valor médio do campo magnético da Terra é de 40 microteslas e o máximo, de 60 microteslas). “Por causa da proximidade geográfica, a influência da anomalia é maior no Sudeste que no Nordeste brasileiro”, diz Hartmann.  “A anomalia representa uma área em que a blindagem do campo magnético contra raios cósmicos e partículas solares é mais frágil.”  
Área de atuação da Anomalia Magnética do Atlântico Sul – SAA e o seu deslocamento e crescimento desde 1590. Hoje ela já cobre quase todo o território brasileiro.
Pacca vê a Sama como “uma janela” para partículas de alta energia  conhecidas como raios cósmicos, que podem entrar mais facilmente na Terra através de regiões menos intensas do campo magnético(os Polos). Ele e Everton Frigo, também do IAG, acreditam que os raios, por sua vez, poderiam facilitar a formação de nuvens, fazer chover mais e baixar a temperatura, principalmente sobre as terras cobertas por trechos menos intensos do campo magnético. 
Há muito tempo se sabe que as manchas solares interferem no clima, mas nunca soubemos direito como”, diz Pacca. Quanto mais manchas solares, maior a atividade do Sol – e maior seu campo magnético. Nesses momentos, o campo magnético do Sol age em conjunto com o campo magnético da Terra dificultando a entrada de raios cósmicos. Em períodos de menor intensidade da atividade solar, há menos manchas e o campo magnético do Sol é menos forte. 
“Quando os campos do Sol e da Terra estão com a intensidade mínima, os raios cósmicos entram mais facilmente na Terra, colidem com partículas da atmosfera e geram uma quantidade enorme de elétrons e de outras partículas”, diz Pacca. “Toda a energia criada com as colisões produz uma ionização, que pode favorecer a condensação de vapor de água. Os raios cósmicos podem ser os gatilhos que disparam as reações que levam à formação de nuvens de chuva”, teoriza. 
Pesquisadores do Reino Unido e da Dinamarca também defendem essa possibilidade, mas ainda há espaço para outras visões. “Até o momento”, diz o físico Paulo Artaxo, da USP, com base em estudos do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas (IPCC), de que ele faz parte, “não há evidências sólidas, nem a favor, nem contra, de que possa haver algum efeito de raios cósmicos sobre os processos de formação de nuvens”.
Como essa região menos intensa do campo magnético se forma e como pode reduzir a intensidade do campo registrado em rochas ou tijolos? Ninguém sabe. O que mais pode acontecer em razão dessa queda na intensidade do campo, além das interferências em telecomunicações? Outro mistério. “Einstein já dizia em 1905 que a origem e a evolução do campo magnético terrestre são um dos problemas mais difíceis da física, já que não seguem nenhum padrão”, argumenta Hartmann. 
Acima Sunspots no Sol: Há muito tempo se sabe que as manchas solares (sunspots) interferem no clima, mas nunca soubemos direito como”, diz Pacca. Quanto mais manchas solares, maior a atividade do Sol – e maior o seu campo magnético.
 O comportamento do campo magnético terrestre é complexo a ponto de já ter apresentado até mesmo reversões dos polos – o polo norte tornando-se sul – a mais recente há 780 mil anos. E existe a possibilidade dos polos mudarem outra vez
“SURGIU UMA ANOMALIA na SIBÉRIA, que está se ampliando e já é mais intensa que o polo norte magnético”, diz Pacca. Por enquanto, é como se a Terra tivesse dois polos norte, mas o atual polo norte está perdendo a vez e pode surgir outro, mais forte, em milhares de anos.”
Pacca montou um dos primeiros laboratórios de paleomagnetismo no Brasil em 1971, no Instituto de Física da USP. Dois anos depois ele reinstalou os equipamentos no IAG, para onde se mudou, como professor convidado, para formar um grupo de pesquisas em geofísica. Como não havia outros materiais para estudar, por muitos anos só rochas entravam lá. Um dos trabalhos mais ambiciosos consistiu na análise da intensidade e da orientação do campo magnético de 10 mil amostras de rochas do Brasil e da África.
Daí saíram detalhes sobre a posição dos continentes na Terra de 1 bilhão de anos atrás, bem diferente de agora: o que corresponde ao atual território brasileiro era uma série de grandes ilhas distantes umas das outras e o bloco de rochas que forma a atual Amazônia estava separado de Goiás e do Nordeste por mares e mais próximo do sul do país do que hoje (ver Pesquisa FAPESP nº 75, de maio de 2002). Hoje, grupos de pesquisadores em 24 países – na América do Sul, apenas Argentina e Brasil – trabalham com geomagnetismo e paleomagnetismo.
Pacca encontrou recentemente o que acredita ser o mais antigo estudo em português sobre magnetismo nas rochas, o Roteiro do Goa a Diu, publicado em 1.538 (Goa e Diu eram domínios portugueses no sudoeste da atual Índia). O autor é dom João de Castro, nobre português que terminou a vida, aos 48 anos, como vice-rei da Índia.
contagem-regressiva
Em seus roteiros, ele mostrava como os navegadores deveriam se orientar em alto-mar, valendo-se das (posições das) estrelas e de instrumentos simples como a bússola, para chegar aos destinos desejados. “Se não houvesse campo magnético, não haveria bússola”, diz ele. “E sem a bússola não teria havido grandes navegações, que enriqueceram muitos comerciantes e permitiram a conquista de novos espaços como o Brasil.”
Artigo científico



Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.
***

ACHO QUE ISSO VAI INTERESSAR VOCÊ!

________________________________________________________________________________

Baixe gratuitamente o único livro completo da internet, que reúne todas as informações sobre: A Sequência de Fibonacci, Frequências Sonoras, Cimática, Epigenética, Batimentos Binaurais, Ativação da Glândula Pineal, Recodificação do DNA, Reprogramação Celular - Este livro chegou finalmente para esclarecer a importância de elevarmos nossa frequência e os benefícios de cura para nosso corpo físico, emocional e mental! 



POR TEMPO LIMITADO!
Download 100% Seguro


________________________________________________________________________________

Se o amante se lança na chama da vela e não se queima,
ou a vela não é vela ou o homem não é Homem,
Assim o homem que não é enamorado de Deus
e que não faz esforços para o alcançar não é Homem.
Deus é aquele que queima o homem e o aniquila
e nenhuma razão o pode compreender.

Mawlana Rumi - ' Fihi ma fihi'

Por Amor

Por Amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

... És precioso aos meus olhos. Troco reinos inteiros por ti...

"Nem Cristão, Judeu, ou Muçulmano,

nem Hindu, nem Budista, Sufi ou Zen.

Nem uma Religião ou Sistema cultural.

Eu não sou do Oriente nem do Ocidente,

nem dos oceanos nem da terra,

nem material ou etéreo,

nem composto de elementos.

Eu não existo..."


Mawlana Jalaluddin Rumi